Biblioteca no Futuro

COMO SERÁ A NOSSA BIBLIOTECA NO FUTURO?
Não guardamos as redações deste concurso literário, mas algumas das ideias que surgiram nelas foram copiadas para colocar no mural da biblioteca, e selecionamos as mais interessantes para aqui exemplificar:

 

PREVISÕES
Se quiser ver este mundo, espere mais dez anos…
Vamos ver se a biblioteca ainda vai estar em pé!

 

ARQUITETURA E DECORAÇÂO
Teria sete andares um para cada espécie de livro
Teria capacidade para atender 2000 crianças ao mesmo tempo
Teria almofadas de nuvem e cortina de papel que não rasga
Teria escorregadores, montanha russa e sala de terror
Teria sala do riso, da tristeza, romântica, seria mais  emocionante do que é agora
Possuiria corredores de um quilometro e dois mil carrinhos para levar os clientes
Teria portas movidas por computador acionadas pela impressão digital ou cartões magnéticos
Quando escurecesse, apareceriam cores fluorescentes em três dimensões
Paredes e tetos iguais a uma noite linda estrelada
Fora da biblioteca, mais maravilhas ainda
Casa dos livros, seria o nome, em vez de biblioteca
Teria escada e esteiras rolantes
Esteira flutuante cheia de flores que levaria as crianças a todas as partes da biblioteca

 

ESTANTES
De cristal encantado
Flutuantes, com livros coloridos, estantes para ler no escuro, com letras escritas com tintas especiais
Prateleiras de borracha, para conservar melhor os livros
Prateleiras flutuando

 

FREQUENTADORES
Sócios de 1 a 90 anos de idade
Marcianos, venusianos frequentariam a biblioteca, competindo pelos livros
Mas os alunos precisariam de umas aulinhas para saber lidar com os computadores

 

FUNCIONÁRIOS
Em vez de funcionários, robôs
Robôs bem engraçados
Robôs muito simpáticos
Robôs capazes de marcar vinte livros de uma vez só
Robô com computador na barriga que acharia o livro que se quer na hora
Robôs com longas mãos para pegar os livros nas prateleiras de cima
Robô que tira sapato e meia dos alunos no Cantinho da Leitura e uma minhoca eletrônica que se meteria debaixo da gente para lermos bem confortáveis
Na saída, haveria dois robôs fiscais

 

FUNCIONAMENTO
A biblioteca seria aberta 24 horas
Só haveria um jeito de não conseguir pegar livros: quando faltar luz
Apertando um botão do computador e falando o assunto desejado, apareceria tudo sobre ele na tela
Na hora de devolver o livro emprestado, se receberia um cartão com frases de incentivo à bondade
As carteirinhas da biblioteca brilhariam para os alunos serem identificados
Uma luz vermelha avisaria quando estivesse na hora de voltar para a sala de aula
O aluno pediria o livro para o computador, e o livro viria numa esteirinha rolante. E então o aluno iria escutar o livro numa cabine à prova de som
Os corredores seriam curtos, médios e longos. Pegando o corredor escolhido, aciona-se o robô do assunto que se quer, ele dá a lista de livros. Apertando um botão, ele dá um resumo. Escolhe-se o que se quer, apertando um botão a história sai impressa, junto com um cartão de responsabilidade. Se tiver preguiça de ler em casa liga na leitora de livros e vê as ilustrações na tv, e escuta a história.

 

EQUIPAMENTOS
A biblioteca seria super  equipada: apertando um botão, o livro vem. Apertando outro botão, os livros se arrumam sozinhos quando ela está bagunçada.
Discando um código, o livro escolhido chega na sua casa
Máquina no lado da pesquisa, que dá o livro já com a página aberta.
Cadeira para ler, onde se sente as emoções da história que se está lendo (medo, dor, alegria)
Máquinas para consertar livros estragados, quatro de cada vez.
Cadeiras se movimentariam para cima e para baixo, para podermos pegar os livros
Dez minhocões, em vez de um.A Minhoca contaria histórias.
Caixa de sugestões: quando se coloca uma lá, ela lê alto para todos escutarem
Elevadorzinho, para se pegar os livros que estão na parte de cima
Janela feita de asa, para se poder sair voando pelo mundo e descobrir um monte de coisas
Aparelho para virar as páginas do livro, e mostrar as figuras em movimento
Livro sairia de um arquivo eletrônico quando digitado seu título
Livros flutuando um ao lado do outro, com jatinhos embaixo deles. Apertando botões com as letras, forma-se o título, que quando está completo, faz o livro vir voando até nós
Apertando em determinada cor de botão, vem certo tipo de livros (de história de bichos, etc)
Computador que marcaria o nome das crianças que fizessem bagunça, para contar para a diretora

 

LIVROS
Capa de aço, páginas de borracha
O livro é que lê para a gente, quando é aberto
Livros para cegos, analfabetos, e para crianças que usam fraldas
Livro em que se passa o dedo, e a frase aparece
Livros parados no ar, e que viram as páginas com os movimentos dos olhos das pessoas
Livros de uma página só, cheia de botõezinhos. Apertando-os, aparecem as histórias
Livros com desenhos tridimensionais
Livros luminosos, para poder ler no escuro
Livros que se abrem e que virando para o sol, refletem a história na parede
Livros flutuando, mesas e cadeiras também
Livros escritos com raio laser
Efeitos especiais nos livros
Livros que enquanto se lê, se sente a história
Disquetes em vez de livros
Hologramas- as gravuras saem quando se abrem os livros e os personagens se mexem
Livro para iniciantes: se não conseguem ler apertam um botão e sai uma televisãozinha que explica o que não entenderam e conta a história
Para não dar sono, as figuras dos livros teriam vida e se movimentariam
Livros com capa de aço e páginas de ferro para que ninguém riscasse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *