O Reino de Deus

1 – Roteiro e falas
2 – Cenário
3 – Personagens
4 – Objetos de cena
5 – Efeitos especiais
6 – Roteiro  p/ contra regras do som
7 – Figurinos

 

1-Roteiro e falas
Música 1
NARRADOR: Naquele tempo, Jesus ia caminhando pelas estradas, ensinando nas cidades e aldeias.
Muitas vezes, ele falava, através de parábolas, (que são historinhas pequenas) para que ficasse bem explicada a mensagem que Ele queria transmitir.

(Entra Jesus, acompanhado pelos discípulos e pelo povo. Todos se sentam, só Jesus continua de pé. (Enquanto isso, os atores que farão a árvore surgir se posicionam escondidos numa caixa/tablado especialmente preparada para esta cena).)

 

JESUS: A que é semelhante o reino de Deus?
È semelhante ao grão de mostarda que um homem semeou na sua horta, e que cresceu até se tornar uma grande planta, e as aves do céu vieram fazer ninhos nos seus ramos.
O reino de Deus também é semelhante ao fermento que uma mulher pegou e misturou em três medidas de farinha, até que ficasse tudo levedado.
(Esta cena fica “congelada” – Começa a ser dramatizada a parábola, no outro lado do palco.
De trás do biombo sai um agricultor, com uma enxada nas costas, seguido pelo seu filho)
Música 2
NARRADOR: Vamos agora ver acontecer tudo como Jesus falou, para procurar entender melhor a comparação que ele fez com o Reino de Deus.
PAI  AGRICULTOR: Filho, venha me ajudar no trabalho.
FILHO: E o que vamos fazer hoje?
PAI AGRICULTOR: Plantaremos muitas coisas, mas principalmente esta semente de mostarda.
FILHO: Que sementinha pequena!
PAI  AGRICULTOR: Mas ela se transformará numa planta bem grande, você vai ver!
(Os dois plantam a semente no meio do canteiro, e depois vão capinar o terreno.)
NARRADOR: O tempo foi passando, e o pé de mostarda começou a crescer.
(As 5 meninas que estão escondidas na caixa preparada para isso levantam a árvore lentamente, simbolizando o crescimento da planta. Quando ela fica de pé, descem
três pássaros voando e pousam nela.(Três pessoas fazem os pássaros descerem por fios de nylon, de um ponto mais alto, no momento combinado))
NARRADOR: Daquela semente pequenina nasceu uma planta tão grande, que até as aves do céu vieram nela repousar.
Música 2
NARRADOR: Próximo dali, na casa do agricultor, sua mulher chama a filha para ajuda-la nos afazeres da casa.
(A mãe e a filha saem de trás do  biombo, carregando os utensílios e ingredientes para fazerem um gostoso pão. A mãe começa a amassa-lo.)
Mãe: Filhinha, vá buscar o fermento para colocar na massa do pão… Eu esqueci de trazer.
(A filha traz o fermento, e a mãe o mistura na massa.)
FILHA: Para que o fermento, mãe? O que é que acontece se a gente não colocar fermento na massa do pão?.
MÃE: Se não colocar, a massa não cresce. Basta só um pouquinho de fermento, para levedar toda a massa!
FILHA: Só esse pouquinho? Duvido que cresça.
MÃE: Traga aquele pano, vamos cobrir a massa, e esperar algum tempo. Depois, você verá.
NARRADOR: Enquanto o tempo vai passando a filha coloca lenha no forno, afim de prepara-lo para assar o pão.
MÃE: Filha, venha ver como a massa já cresceu!
(A mãe retira o pano, deixando aparecer uma forma de pão crescido.)
FILHA: Que beleza, mamãe! Cresceu como eu cresço, quando ouço e pratico as palavras de Deus que a senhora me fala.
(As duas colocam o pão no forno, fecham a porta, e sentam junto ao pai e o filho.)
NARRADOR: A que é semelhante o Reino de Deus?
Música 2

 

2- Cenário
Esta dramatização foi realizada em um ginásio coberto, onde iria ser celebrada uma missa em comemoração ao aniversário do Colégio. Ao lado do altar foram montadas as estruturas do cenário.
1-Dois biombos montados de forma a esconder os atores antes de se apresentarem
2-Uma caixa retangular grande, com espaço embaixo para acomodar cinco crianças deitadas, que seriam as responsáveis por fazer a manobra de levantar a árvore de mostarda, simulando seu crescimento rápido.
A parte de cima desta caixa serviria para representar o canteiro onde seria plantada a semente de mostarda.
3-Uma árvore com folhas em que já estariam presos os fios de nylon por onde deslizariam os três pássaros, vindos de uma parte mais alta do ginásio coberto, no momento combinado.
3-Um pequeno forno a lenha feito com uma caixa de  papelão, colocado sobre uma mesa.
4-Uma mesa para ser usada como parte de uma cozinha onde seria feito o pão.

 

3-Personagens
1-Jesus
2-Discípulo 1
3-Discípulo 2
4-Discípulo 3
5 a 9-Povo
10-Pai
11-Filho
12 a 17-Manipuladoras do crescimento da árvore
18 a 20-Manipuladoras dos pássaros
21-Mãe
22-Filha
23-Narrador

 

4-Objetos de cena
1-Árvore com muitas folhas verdes, presas em um tronco marrom reto
2-Três pássaros feitos em “ papier maché”, cujas asas são bem leves, feitas com isopor fino de forma a se movimentarem quando estiverem planando com o auxílio de fios de nylon, dando a perfeita ilusão de estarem voando
até  pousarem na árvore.
4-Duas pequenas enxadas (feitas em madeira) para o pai e o filho
5-Utensílios de cozinha ( tigela, colher de pau, jarrinha para água, pano para cobrir a massa do pão)
6-Ingredientes para fazer o pão (saco de trigo, saquinho de fermento)
7-Uma massa já pronta que vem escondida no fundo da tigela, para facilitar à mãe começar a amassar o pão em cima da mesa, sem ter que fazer tudo de verdade.( Só faz de conta que põe trigo e água e depois o fermento na tigela)
8-Ao retirar o pano de cima da forma do pão, coloca-o disfarçadamente por baixo da massa, simulando que a massa cresceu bastante
9-Pedaços de lenha para colocar dentro do forno e carvões “em brasa” (pedaços de isopor pintados de preto e vermelho) pois considero que para os pequenos atores estes detalhes fazem diferença, embora o público, por estar mais longe não chegue a perceber.

 

5-Efeitos especiais
1-O principal efeito especial é sem dúvida o aparecimento súbito da árvore. Este movimento tem que ser muito bem ensaiado, para que seja perfeito, pois do contrário a apresentação se transformará em grande fracasso. A árvore começa deitada no chão, sendo conveniente colocar alguma caixa ou folhagem que a esconda dos olhos do público Seu tronco estará inserido por meio de uma fresta no tablado/caixa retangular, de tal maneira que seja possível manipulá-lo de forma a se erguer bem ereto, para dar a ilusão do crescimento rápido da árvore. O elemento surpresa ajudará nesta ilusão, pois ninguém espera que tal aconteça. Como logo em seguida acontecerá o segundo efeito especial, o sucesso está garantido.
2-O segundo efeito especial que também deve ser muito bem ensaiado, completará o primeiro, ao fazer com que três pássaros  venham planando do alto, até chegarem na árvore.
Para isto acontecer serão necessários três fios de nylon já anteriormente amarrados na árvore e controlados de diferentes locais no alto (no caso, de passarelas  existentes no ginásio coberto) por pessoas adultas bem responsáveis e muito bem ensaiadas.
Isto acontece no exato momento em que a árvore acaba de ser erguida, e os três pássaros são largados simultaneamente.

 

6-Roteiro para contra regras do som
As músicas nesta dramatização são usadas mais para marcar as diferentes entradas dos atores, para chamar a atenção de que vai acontecer algo diferente.
Música 1 deve ser mais vibrante, pois marca o início da dramatização, diferenciando da missa, que foi interrompida para representar o evangelho que acabou de ser lido.
Música 2 pode ser mais calma , e será tocada três vezes, pois servirá para marcar as diferentes representações da parábola.
Ambas as músicas serão tocadas por bem pouco tempo, o suficiente para marcar e separar  os diferentes acontecimentos.

 

7-Figurino
Jesus- Túnica branca comprida, com manto vermelho
Discípulos- Túnicas compridas beges com mantos de diferentes cores
Povo- Túnicas compridas e médias com mantos         e sem mantos
Pai agricultor- túnica pelos joelhos, sem manto, com um cinto de corda
Filho- igual ao pai, mas ele deve ser mais baixo,pois tem menos idade
Mãe- Túnica de cor clara e com véu de tecido diferente em textura e cor
Filha-Semelhante à mãe, mas em cores diferentes
Todos devem usar sandálias de couro ou estarem descalços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *